! é o seguinte - Território Livre

é o seguinte

Certamente, 2016 é um ano que ficará para a história. Caiu o governo do PT! Com a queda do governo Dilma, toda uma forma de fazer política a partir da conciliação com a burguesia, canalizando as energias das lutas para a urna e o parlamento, cooptando lutadores, entidades estudantis, sindicatos e movimentos sociais para o fortalecimento do poder burguês se fragiliza. O próprio controle do PT sobre o movimento está mais frágil, e não é à toa que vemos um ascenso das lutas, desde a forte onda de ocupações de escolas que se iniciou no Paraná, até o despontar da resistência contra o pacote de maldades do governo no RJ.

O governo do PT, no entanto, não caiu sem legar uma série de ataques aos trabalhadores e à juventude, necessários ao capital. Agora o governo Temer desenrola aos poucos o plano de ataque total idealizado pelo governo Dilma. A reforma do ensino médio, que aprofunda o caráter da escola-prisão, precariza as condições de ensino para os estudantes e as condições de trabalho para os professores; a PEC do teto dos gastos, que congela as verbas estatais para os serviços oferecidos à população trabalhadora não são fatos isolados. Elas preparam o terreno para a reforma da previdência e a reforma trabalhista, acentuando o plano de austeridade que o capital reserva para o Brasil. Grandes embates nos esperam em 2017! É preciso resistir, resistir e resistir!