! pm detêm estudantes na usp - Território Livre

pm detêm estudantes na usp

Hoje, 2 de março, dois estudantes da ECA USP foram detidos na praça de convivência estudantil. A PM foi chamada pela segurança, após monitoramento de câmeras de vigilância instaladas nos últimos anos no espaço.

A reitoria quer impedir os estudantes de ocupar seu próprio espaço de convivência. A “prainha”, como é conhecida, se localiza ao lado do prédio da reitoria e tem importância histórica nas mobilizações dos estudantes e trabalhadores contra os desmandos da burocracia universitária.

É também ali onde se localiza o CALC e outras entidades estudantis, que estão ha muito tempo sofrendo ameaças de despejo e sofrendo repressão as festas que financiam as entidades. Nesse espaço também se localiza a sede do Sindicato dos trabalhadores da USP – SINTUSP, que acaba de ser despejado de sua sede, onde ocupou por mais de 50 anos, além de instalar uma cerca de metal no entorno de todo o espaço.

Essa atitude da PM não pode ser vista de maneira isolada, nem sob os falsos argumentos apresentados pela policia e pela reitoria, que diz fazer tais ações para trazer mais segurança aos estudantes. Essa situação é uma clara tentativa de intimidar e pressionar os estudantes a não ocuparem seus espaços e acabar com as atividades políticas e de confraternização que ali acontecem.

Nos solidarizamos com estudantes levados a delegacia esta tarde. Não podemos aceitar que policia seja a rainha do campus e determine o que os estudantes podem fazer em seus espaços. Não podemos aceitar a repressão, que aumenta a cada dia e têm ameaçado toda a organização dos estudantes e trabalhadores na universidade.

CONTRA A REPRESSÃO!
Pela liberdade dos espaços estudantis e direito a organização:
FORA PM DO CAMPUS!

02.03.2017


Categorias: Universidade

Tags: , , , ,