! [panfleto] não assinar o termo: lutar! - Território Livre

[panfleto] não assinar o termo: lutar!

NÃO À REINTEGRAÇÃO

Nossa tarefa imediata, que exige unidade do ME, é impedir a reintegração de posse da ocupação. Todos os meios são válidos. O DCE propõe conciliação na justiça. Propomos também formação de barricadas no entorno da reitoria e vigilância nos portões. É urgente uma reunião do Comando de Greve ou uma plenária da ocupação para organizar isso.

TERMO = REPRESSÃO E MIGALHAS

A gestão do DCE cometeu um erro primário de negociação quando sinalizou recuar na luta (o mínimo que se espera é que saiba blefar…) O erro permitiu à reitoria endurecer na negociação, manter seu termo repressor e vir pra cima do movimento com a reintegração de posse. Agora o DCE, desesperado para acabar com a luta, quer nos fazer engolir esse termo!

O termo da reitoria vai punir os estudantes e o DCE (administrativamente e criminalmente); vai atacar a autonomia política e financeira do espaço do DCE e da APG e vai submeter os dois novos blocos de moradia ao controle policialesco da SAS. Tudo isso está escrito.

DCE: defender a assinatura desse termo é defender o ataque aos estudantes! Defender a assinatura desse termo é trair aqueles que dizem representar! Defender a assinatura desse termo não é só burrice, é mau-caratismo!

O restante do termo, se não é promessa do Rodas (como os blocos K e L), se não foi aprovado no CO antes da greve (como a estatuinte), se não é palavra vazia e inútil (como o Congresso), é migalha sem relação com a pauta inicial. Terminar a luta assim é derrota. Ao menos que isso seja reconhecido.

É POSSÍVEL VENCER!

Garantida a não reintegração de posse e a não assinatura do termo, temos de planejar o avanço para impor derrotas à reitoria. Ao menos duas medidas devem ser tomadas:

1. transformação imediata dos blocos K e L em moradia — o que afastará o risco de reintegração, garantirá a autogestão e liberará nossas mãos para:

2. preparar a ocupação da nova reitoria — a única forma real agora de pressão para conquistar nos eixos da Diretas e da repressão.

ADIANTE!
PELA DIRETAS!
PELO FIM DA REPRESSÃO!

clique aqui para baixar