! [panfleto] se fechar, a gente ocupa! - Território Livre

[panfleto] se fechar, a gente ocupa!

CRIAR UM COMANDO DOS SECUNDARISTAS!

No último ato a PM interveio de graça para nos provocar, dividir o ato e prender algumas pessoas para nos intimidar. Mas isso também só aconteceu porque nós não estávamos organizados o suficiente no ato. Precisamos ser francos entre nós: o ato estava uma bagunça. Se tivéssemos um cordão de manifestantes, por exemplo, os PMs não teriam entrado no meio do ato para caçar pessoas.

Isso é só um exemplo, mas há diversas outras atividades organizativas que podemos e devemos fazer para garantir a segurança de todos num ato. Se os atos ficarem inseguros alguns colegas deixarão de vir. Mas só é possível discutir essas outras atividades organizativas, por exemplo, numa Comissão de Segurança, formada apenas por estudantes. Os estudantes devem resolver os seus próprios problemas e confiar apenas em si mesmos.

A luta não vai avançar de verdade se não criarmos um COMANDO DE MOBILIZAÇÃO dos secundaristas. Como ele funcionaria? Cada escola mobilizada elege democraticamente seus representantes para o Comando. O Comando vota, democraticamente, as ações conjuntas das escolas. Todas as escolas têm que trabalhar com uma proporção comum (tipo 1 representante para cada 25 alunos da escola). Cada representante deve levar propostas da escola pro Comando, e depois deve prestar esclarecimento, em sua assembléia de escola, do que foi votado e como ele votou no Comando. O representante pode ser revogado (des-eleito) em qualquer nova assembléia da escola (ou pode ser reeleito). Novos representantes podem sempre substituir os velhos. Só o Comando pode criar comissões gerais, como a Comissão de Segurança, para pensar e organizar toda a segurança dos atos (ou outras, como de Comunicação, de Produção de Materiais, etc.).

Vejam: enquanto não estabelecermos um forma democrática de articulação real de todas as escolas, seguiremos sempre correndo riscos, como o do ultimo ato, e seguiremos sempre nas mãos de uns ou outros pequenos grupos. Precisamos criar o movimentos dos estudantes pelos estudantes e para os estudantes, de baixo para cima, que dê vida e voz a todos que querem lutar.

Adiante, até o governo recuar!

COMO LUTAR?

Quais as medidas para ampliar a luta e mostrar a nossa força? A juventude do Chile já ensinou um caminho:

1. Não sair das ruas: chamar novos e novos atos juntando todas as escolas;

2. Articular todas as escolas num “comando estadual” de luta, com representantes eleitos democraticamente em cada escola. Esse comando decidirá democraticamente as ações conjuntas de toda a juventude do estado;

3. Se preciso (caso realmente tentem fechar as escolas): ocupar. Entrar e não sair das escolas até o governo recuar.

Não estamos lutando só por nós! Estamos lutando pelos empregos de todos os professores e funcionários das escolas. E estamos lutando pelo futuro da juventude; para que não passe essa ideia de que as escolas têm de ser cada vez mais prisões. Queremos que o futuro da juventude seja vivo, e não a morbidez das prisões.

RESISTIR, ARTICULAR E OCUPAR!
LUTE COM O TERRITÓRIO LIVRE!

*Panfleto do TL no ato de hoje contra a “reorganização” das escolas.