! [panfleto] não queremos migalhas! - Território Livre

[panfleto] não queremos migalhas!

NÃO QUEREMOS MIGALHAS!
(panfleto distribuído pelo TL nas Etecs e diretorias de ensino)

1. A luta não pára!
A luta secundarista de 2015 reacendeu agora com as ocupações das escolas técnicas. A luta ressurge não apenas porque falta merenda, ou pelos cortes. A luta se ergue novamente porque os ataques do governo nunca pararam, Alckmin suspendeu a reorganização apenas para desarticular as ocupações; precisamos aprender com os erros do passado e desta vez lutar até o fim.

2. A crise é a mesma
As ETECs sofrem com a falta de merenda, assim como as escolas estaduais, a luta é uma só! É preciso unir os lutadores e punir os ladrões da merenda! Mas a máfia do governo não age só por meio da corrupção, a política de Alckmin que distribui bolachas secas no recreio é a mesma que demite professores, e faz com que haja salas lotadas e vazias na mesma escola.
É a mesma política da crise que fez Dilma cortar bilhões da educação, a mesma política que fará Temer afiar sua tesoura.

3. Organizar e resistir
Pra resistir aos ataques constantes dos governos não basta lutarmos por pequenas melhorias, nossa luta não é por migalhas. É preciso, sim,lutar para que não nos arranquem o mínimo, mas essa resistência deve ampliar a nossa organização. Nós somos a maioria nas escolas. Nas ocupações e nas assembleias nós exercemos exatamente o poder da maioria. As escolas ocupadas são um embrião do Poder Popular. Esse poder é o que eles mais temem.

4. Por um comando de verdade
Para que o poder estudantil das escolas ocupadas aconteça, a luta deve se erguer pela base (pela decisão da maioria em cada assembleia, em cada escola), sem burocracia, sem uma escola valer mais do que as outras, e sem a opinião de algumas pessoas ou grupos falar por todos.
Por isso é necessário um comando realmente democrático que vá além daquele feito no ano passado que não expressou a voz da maioria. Por um comando de TODAS as escolas ocupadas, com igual peso nas decisões!

5. Fora Alckmin e oportunistas do PT
Alckmin morre de medo dos estudantes. Quando manda a Tropa de Choque de modo ilegal, quer sufocar o movimento antes que ele cresça. Ele perdeu popularidade com as ocupações de 2015 e está de olho nas eleições! Da mesma maneira os grupos petistas vivem da mesma politicagem, preferem dar palanque para os seus deputados pedindo uma CPI. Não somos contra uma CPI, mas é fundamental fortalecer e ampliar as ocupações, a real forma de colocar o governo contra a parede.

FORA LADRÃO DA MERENDA!
ERGUER O PODER DA MAIORIA!
PELO PODER POPULAR!