! deixar o pt morrer: é hora de reorganizar a esquerda! - Território Livre

deixar o pt morrer: é hora de reorganizar a esquerda!

As atuais eleições municipais são as primeiras eleições após a queda de Dilma. Elas não são marcadas apenas pelo impeachment, mas também pela falência do PT como projeto para os trabalhadores. Nas periferias, aprofunda-se o processo em que os setores mais oprimidos e explorados rompem com esse partido traidor, algo que já pôde ser sentido nas eleições de 2014, mas que avançou em 2015 e é expressamente visível nos locais de trabalho e nas principais concentrações industriais do país.

Parte da esquerda se recusou a seguir o sentimento das massas de romper com o PT. Por anos, tentaram reeditá-lo. Nas eleições, repetem o rebaixamento de programa, prometendo mundos e fundos para conseguir mais votos. O PSOL, por exemplo, embora tenha lutadores honestos, cada vez mais se organiza em torno de uma política majoritária que reafirma a lógica petista de depositar ilusões no parlamento e na institucionalidade, algo que reforça a via do reformismo.

Hoje, essa esquerda é refém da própria incapacidade de se separar do PT: de um lado, uns afundam junto com esse partido, e de outro, tornam-se protagonistas na retórica do voto útil e fazem coro com o discurso de “mal menor”, abismo que cavaram com os próprios pés no último período, quando atenuaram a responsabilidade petista sobre os ataques do governo, diante de uma direita supostamente mais reacionária e aderiram à narrativa de que houve golpe.

Aos trabalhadores e à juventude, o compromisso é apenas com o futuro. É hora de seguir o árduo trabalho de reorganização da esquerda, e o primeiro passo é um firme combate contra o legado dos PT. É preciso romper com o caminho de conciliação deixado por esse partido e reorganizar a esquerda a partir da via da independência de classe e da oposição à burguesia e aos seus governos.

Encarar a luta de classes como único caminho, reunir os lutadores de diversas organizações e independentes sob a orientação de um programa comum que aponte a perspectiva revolucionária de superação deste presente de exploração e miséria.

Não ir ao socorro do PT: avançar sobre seus escombros! Preencher o vazio!
Vote em protesto!
Erguer nas lutas a frente dos revolucionários!

Leia a posição do TL nessas eleições de voto crítico no PSTU

30.09.2016


Categorias: Eleições

Tags: , ,