! chamado aos lutadores: frentes pelo voto nulo - Território Livre

chamado aos lutadores: frentes pelo voto nulo

Nas principais capitais do país e nas cidades onde atuamos, uma das marcas do primeiro turno foi a massiva quantidade de não-votos. Em muitas cidades, a soma de abstenções, votos brancos e votos nulos superou o número de votos do primeiro colocado. Esses não-votos expressam uma enorme insatisfação popular contra os políticos da burguesia, e cabe aos lutadores saber dialogar com essa insatisfação.

Em São Bernardo, Osasco e Guarulhos, as candidaturas que se enfrentarão no segundo turno expressam diferenças insignificantes do ponto de vista dos trabalhadores e da juventude, e são expressão justamente daquilo que é alvo da insatisfação popular. Se colocar ao lado dessa insatisfação é questão de vida ou morte para os lutadores.

Historicamente, o voto nulo é o mais entendido e percebido como voto de protesto. É preciso impedir que a derrocada do PT seja capitalizada apenas por outros setores da burguesia, e dar expressão organizada ao protesto difuso nas urnas. Por isso, fazemos um chamado aos lutadores, aos trabalhadores, à juventude e às suas organizações e partidos, para a formação de uma frente pelo voto nulo.

ORGANIZAR A INSATISFAÇÃO: FRENTES PELO VOTO NULO!
VOTE EM PROTESTO! VOTE NULO!

04.10.2016


Categorias: Eleições

Tags: , , ,