! todo apoio à ocupação esperança - Território Livre

todo apoio à ocupação esperança

Nesta terça-feira um incêndio queimou parte da Ocupação Esperança em Osasco. A ocupação resiste sem recuar nenhum milímetro! Segue a luta!

Vamos arrecadar doações para apoiar as famílias em nossas atividades para entregarmos ainda neste sábado. Apoie!

Segue nosso calendário:
5A 12h – oficina na EE. Raul Fonseca – Ipiranga, SP
6A 12h – oficina na EE Heloísa Assumpção – Quitaúna, Osasco
6A na Festa-atentado contra a moral e os bons costumes
SÁB. 17h encontro do grupo na praça Roosevelt, SP

Segue a nota do Movimento Luta Popular

Nossa Esperança e Nossa Resistência Irão Resistir Até Ao Fogo

Na tarde de hoje um incêndio teve início na Ocupação Esperança em Osasco. Para os lutadores do Brasil inteiro essa Ocupação é uma velha conhecida, parceira de manifestações e protestos, comunidade organizada, combativa, solidária que sempre recebeu e acolheu bem aqueles e aquelas que – independente de onde vieram – chegaram junto pra somar.

As chamas queimaram algo em torno de 40% da comunidade. As labaredas transforamaram em cinzas os poucos pertences de um povo pobre, negro, trabalhador e muito guerreiro.

Há ainda muitos barracos que não foram queimados e as famílias moradoras destas moradias IRÃO FICAR NELAS e resistir. Fazem três anos que fincamos a nossa Esperança neste latifúndio vazio. Já tentaram nos tirar daqui de muitas formas: Através do descaso dos governantes, através de ameaças e outras maneiras também.

Até hoje resistimos. Continuaremos resistindo.

A PM, ao invés de proteger e ajudar as famílias, intimida e não deixa que trabalhadores cheguem perto de suas casas para recolher o pouco que sobrou. A PM agrediu e prendeu o companheiro Avana, advogado das famílias e militante do Luta Popular.

Queremos saber se as famílias que IRÃO continuar na ocupação terão proteção e segurança.

Nós não iremos recuar nem um milímetro!
Nós não deixaremos que queimem nossos sonhos e nossos direitos.
Nós não iremos parar até que justiça seja o prato servido na mesa de cada sem-teto desse país.

No sábado, dia 10, o Prefeito de Osasco – Jorge Lapas – esteve em assembléia geral dos moradores e levou um Decreto de Desapropriação da Área. Levou também palavras de compromisso com as famílias.

Queremos agora saber da realidade efetiva desse compromisso.

Queremos que se abra uma escola próxima da ocupação para que as famílias possam se abrigar perto do lugar onde mantém seus vínculos sociais e afetivos.

Não queremos uma escola lá no Jd. Baronesa, ou lá no Jd. Munhoz, que, tão distantes, dificultam que as famílias estejam perto do que é seu, de sua luta, de seus camaradas.

O Luta Popular agora veste suas camisas mais vermelhas e vai resistir até que a vitória desse povo seja tão imensa que apague da memória as imagens do horror que vivemos hoje, a imagem da força bruta e violenta da ganância do capital.

Todos e Todas que puderem ajudar, que somem, de peito aberto e sem interesse: Nosso interesse é apenas e tão somente justiça.

Montamos um ponto de recebimento de doações na sede da CIA Kiwi de teatro, que fica na Rua Frederico Abranches, 189, proximo ao Largo da Santa Cecília. Desde já agradecemos a todos os camaradas que puderem doar roupas, alimentos e água. Desde já agradecemos também aos camaradas da Kiwi, que nesta hora nos abriram as portas e nos acolheram a necessidade.

Que todos os que puderem, possam se somar também aos mutirões de reconstrução dos barracos. Que venham conosco reerguer, tábua sobre tábua, a nossa comunidade e nossa luta.

Precisaremos de madeira, precisaremos de telhas, precisaremos de móveis usados.

Precisaremos que quem luta acredite que NUNCA nos derrubarão.

Movimento Luta Popular

Organizar Os De Baixo Para Derrubar Os De Cima