! chamado à juventude: às portas das fábricas no dia 29.9 - Território Livre

chamado à juventude: às portas das fábricas no dia 29.9

Dilma caiu, e isso foi progressivo para a classe trabalhadora. Agora Temer tenta avançar os ataques gestados no governo do PT, e os trabalhadores se sentem em melhores condições para lutar pelas suas condições de vida, defendendo-se dos ataques do governo federal. A pequena distância que separa o dia 16.8 do dia 29.9 mostra essa disposição. Ainda que a convocação seja frágil, ainda que a burocracia sindical tenha tentado mil subterfúgios para que o movimento não saia de seu controle, o fato de serem chamadas duas paralisações nacionais no período de cerca de um mês demonstra que a burocracia está pressionada pela base operária e teme se fragilizar ainda mais.

A juventude precisa defender seu futuro: não trabalharemos até morrer! Não seremos o exército de desempregados do capital! Não passaremos os melhores dias de nossas vidas enjaulados! Faz-se necessário, mais do que nunca, que a luta seja levada ao seu limite. Para isso, devemos nos colocar lado a lado à classe explorada, e servir como elemento catalisador para a superação do controle da burocracia.

Diversas centrais sindicais convocaram em unidade um dia de paralisação nacional na quinta-feira, dia 29.9, em defesa das condições de trabalho e de vida da classe trabalhadora. É preciso fortalecer a luta nos locais de trabalho, especialmente onde se dá o centro do embate entre os trabalhadores e a burguesia. É nas fábricas que a classe pode expressar sua força de parar a produção. Nós do Território Livre chamamos a juventude para construir esse dia. Que estejamos lá, nas portas das fábricas: juventude e trabalhadores, contra os ataques da burguesia e do governo. Não à deterioração das nossas vidas!

Todos às portas das fábricas!
Viva a aliança operário-estudantil

28.09.2016


Categorias: Blog

Tags: , , ,