! aos companheiros do mpl - Território Livre

aos companheiros do mpl

Companheiros,

O ato de hoje terminou de forma melancólica. A culpa é da polícia militar e sua ação autoritária, que na prática suspende o direito à manifestação política. É necessário e urgente chamar um novo ato para dar resposta e erguer a luta contra o aumento.

Ainda assim, não podemos deixar de apontar que nós mesmos, manifestantes, expusemos total fragilidade num ato sem direção.

A verdade é que esta conjuntura não permite atos sem direção. Atos sem direção colocam em risco a segurança dos manifestantes presentes. Mas é verdade também que o MPL, por si só, não tem condições de dirigir um movimento como este. O tamanho do movimento ultrapassa a capacidade organizativa e diretiva de qualquer grupo isolado.

Portanto, é mais que urgente criar uma articulação real e de luta entre todos os grupos que estão nas ruas. Só uma junção e articulação consciente dos lutadores é capaz de dirigir um movimento como este.

Propomos que o fórum criado pelo sindicato dos metroviários, que terá nova reunião no dia 13, se torne a articulação da luta, pensando e organizando os próximos atos em conjunto com setores organizados da classe trabalhadora. Assim a luta pode se dar nas ruas e, ao mesmo tempo, possivelmente, nos locais de trabalho dos trabalhadores do transporte, com paralisações de metrô e outros métodos de luta.

Não apenas nós, mas também vários outros grupos políticos e ativistas independentes se sentem absolutamente inconfortáveis e inseguros em estar num ato em que ninguém, senão o MPL, sabe de algo; em que ninguém sabe ou recebe o trajeto; em que ninguém está a par do esquema de segurança da manifestação. Não temos interesse em seguir construindo atos nessas condições precárias.

Saudações de luta,

Território Livre

08.01.2016


Categorias: Blog

Tags: , , , , , ,